GoboLinux DownloadsDocumentaçãoComunidadeReceitasPacotesScreenshots


Compile: o sistema de compilação do GoboLinux

O Compile baixa o código fonte do programa, descompacta, compila e o instala, com um único comando, usando scripts simples de compilação chamados de "receitas". O Compile foi introduzido com o GoboLinux 011, mas já apresenta um considerável (e sempre crescente) número de receitas, sendo capaz de compilar todo o tipo de software, incluindo a Glibc, GCC, KDE e o kernel Linux.

Alguns dos recursos distintivos do Compile:

  • usa os próprios sites de download dos projetos para baixar os fontes dos programas: o repositório GoboLinux (ou um de seus mirrors) é apenas usado para baixar as receitas. As receitas podem ser baixadas explicitamente, usando o comando GetRecipe, ou sob demanda pelo Compile, quando uma compilação é requisitada.
  • scripts de compilação minimalistas e declarativos:: softwares típicos baseados em "configure; make; make install" podem ser descritos em duas linhas, facilitando muito a sua manutenção.
  • suporte a dependências no estilo do GoboLinux: ao tratar dependências para uma compilação, o Compile procura diretamente em /Programs. Não importa como o pacote foi instalado -- se por um pacote binário usando InstallPackage, compilado dos fontes usando Compile, ou até mesmo compilado "à mão" pelo usuário -- ele pode ser usado pelo Compile ao satisfozer dependências.
  • flexível por design: também funciona em uma instalação GoboLinux Rootless como, por exemplo, dentro do diretório $HOME de uma outra distribuição.

Links

Usando o Compile

Como um usuário, tudo o que você precisa fazer é pedir ao Compile para compilar o seu software:
     
Compile allegro     
Isso irá iniciar uma busca por uma receita disponível (ignorando diferenças em letras maíusculas e minúsculas) e irá fazer todo o trabalho para você. Como potencial contribuidor, você vai achar muito fácil criar receitas. De fato, a facilidade de manutenção foi a preocupação #1 (dado que nós ainda somos um nicho entre as distribuições e temos recursos limitados). Um exemplo real. Assim é como um arquivo de receita para um programa típico baseado no autoconf se parece. Duas linhas, nada mais:
url=$ftpGnu/gtypist/gtypist-2.7.tar.bz2     
recipe_type=configure   
Um exemplo mais complexo: o programa Zip usa makefiles. O Compile suporta-o da mesma forma.
url=ftp.uu.net/pub/archiving/zip/src/zip23.tar.gz     
recipe_type=makefile  
dir=zip-2.3     
makefile=unix/Makefile     
build_target=generic_gcc     
install_variables=(     
   "prefix=$target"     
)
A documentação da API é mantida no wiki.

Instalando o Compile

O Compile é distribuído por padrão desde o GoboLinux 011, mas ele também funciona em versões anteriores, desde que você tenha uma versão recente do pacote Scripts, assim como no modo Rootless. Ambos podem ser encontrados na página de pacotes.

Contribuindo Receitas

Para enviar suas receitas, compacte-as com o comando GenRecipeStore e envie-as por email para a lista de discussão gobolinux-recipes. Suas contribuições são muito apreciadas pela comunidade GoboLinux! (Certifique-se de colocar seu nome no arquivo Compile.conf de forma que o MakeRecipe lhe dê créditos como autor em suas receitas!)